Bem vindo a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano de Cuiabá.

Furacão Dorian: as imagens aéreas da devastação deixada nas Bahamas

Imagens aéreas nas Bahamas mostram o resultado da passagem do furacão Dorian, que causou graves inundações e destruição.

As ilhas mais afetadas pela forte tempestade foram Ábaco e Grand Bahama.

Com uma população de cerca de 17 mil pessoas, as Ilhas Ábaco tiveram os piores efeitos, ao receber Dorian, no domingo (1), como um furacão de categoria 5 – o nível mais alto da escala Saffir-Simpson.

Parker Branton ✔ @ParkerBranton Devastating — We're getting our first aerial views of the complete destruction of Abaco in the Bahamas following Hurricane #Dorian. http://bit.ly/2lXUPW4

Vídeo incorporado 37 15:04 - 3 de set de 2019 Informações e privacidade no Twitter Ads 47 pessoas estão falando sobre isso O furacão deixou pelo menos sete mortos, segundo as informações já divulgadas. Além disso, cerca de 13 mil casas foram destruídas ou seriamente danificadas.

O ministro da Segurança Nacional das Bahamas, Marvin Dames, reconheceu na terça-feira que o número de mortos deve ser maior.

News 6 WKMG ✔ @news6wkmg DEVASTATING AERIAL VIEWS | Listen as the person in the helicopter keeps repeating "gone" flying over the #Bahamas. http://bit.ly/2lQaFBV?source=twitter&medium=social&campaign=snd&utm_content=wkmg6 … #hurricanedorian

Vídeo incorporado 10 15:45 - 3 de set de 2019 Informações e privacidade no Twitter Ads Veja outros Tweets de News 6 WKMG Imagens aéreas de Ábaco mostram grande destruição deixada pelo furacão: edifícios, cercados por água, que perderam o teto, além de barcos e veículos capotados e árvores derrubadas.

Imagem aérea de Ábaco, nas Bahamas As Ilhas Ábaco foram seriamente afetadas ao receber Dorian como um furacão de categoria 5. O jornal local Bahamas Press disse que toda a cidade de Marsh Harbour foi seriamente inundada.

Tribune242 @Tribune242 A scene of devastation in Abaco #hurricanedorian

Vídeo incorporado 480 14:59 - 1 de set de 2019 Informações e privacidade no Twitter Ads 732 pessoas estão falando sobre isso O primeiro-ministro das Bahamas, Hubert Minnis, disse na segunda-feira que Ábaco sofreu uma devastação “sem precedentes” e chamou o furacão de “tragédia histórica”.

60% de Grand Bahama embaixo d’água Na segunda-feira (2), Dorian se deslocou para Grand Bahama, já como um furacão de categoria 4 na escala Saffir-Simpson.

Na terça-feira, já havia caído para a categoria 2, mas Grand Bahama e Ába

ABC News ✔ @ABC Aerial footage shows the devastating impact of Hurricane Dorian on The Bahamas, where the storm wreaked havoc for nearly two days, as it came to a virtual standstill over Grand Bahama. https://abcn.ws/2zNUVDf

Vídeo incorporado 450 14:34 - 3 de set de 2019 Informações e privacidade no Twitter Ads 482 pessoas estão falando sobre isso Em Grand Bahama, o aeroporto internacional e o hospital Rand Memorial, em Freeport, a principal cidade da ilha, foram severamente inundados e os pacientes tiveram que ser retirados do local.

Uma imagem de satélite da Iceye, fabricante finlandesa de microssatélites, mostra que 60% da área de Grand Bahama ficou embaixo d’água.

Bahamas Press @Bahamaspress Floodwaters in downtown Freeport near the courts.#dorian #hurricane #Rain #freeport

Vídeo incorporado 1.297 15:13 - 2 de set de 2019 Informações e privacidade no Twitter Ads 1.179 pessoas estão falando sobre isso O Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (ONU) informou que as Ilhas Ábaco podem precisar de alimentos para 14,5 mil pessoas e Grand Bahama, para 45,7 mil pessoas, de acordo com a agência Reuters.

Amichai Stein ✔ @AmichaiStein1

BREAKING: Bahamas: First aerial footage shows Hurricane #Dorain devastation - @bclemms/WXChasing

Vídeo incorporado 272 14:59 - 3 de set de 2019 Informações e privacidade no Twitter Ads 381 pessoas estão falando sobre isso A Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho afirmou que cerca de 62 mil pessoas em Ábaco e Grand Bahama precisarão de água potável, devido a contaminações provocadas pelas inundações na região, segundo a agência EFE.

Fonte: BBC


Publicado em 09 de setembro, 2019.